Carrinho de bebê tradicional

Os carrinhos de bebê tradicionais apresentam bem mais variação de preços, mas também de posições e outros extras. De modo geral, a base dos carrinhos é mais sólida, de metal ou alumínio. As rodas duram mais e giram com mais facilidade, a barra onde os pais seguram é mais confortável e há mais espaço para o bebê, além de lugar para colocar objetos.

Não se esqueçam que antes de comprar o carrinho, deve-se fazer um test-drive na loja para ver se ele se desloca fácil.

Procurem sempre pensar nestas perguntas na hora de escolher qual carrinho comprar: O carrinho será usado por mais de uma criança? É melhor comprar um modelo mais barato agora e depois, se tiver mais filhos, comprar outro? Quanto vale a aparência da peça? Será que cabe em todo tipo de porta-mala de carro?

E lembre-se de abrir e fechar para ver se será realmente fácil pôr no carro e tirar e também se será tão leve quanto você imagina. Você vai ter que fazer isso milhares de vezes ao longo dos próximos anos!

Alguns modelos chamados Travel System, acompanham o bebê conforto que vira cadeirinha de carro para a criança usar até 12 meses, o que algumas vezes acaba saindo mais econômico.

Carrinho de passeio leve, tipo guarda-chuva

Mais baratos e menos duráveis, esses carrinhos são leves e costumam ser dobráveis e bem portáteis. São uma excelente opção para viagens. Geralmente cabem sem problemas no porta-malas do carro ou até no compartimento de bagagens de um avião. Alguns vêm com uma bolsa ou alça para facilitar o transporte.

Embora incomparáveis na hora de uma saída rápida, muitos pais não os consideram ideais para passeios mais longos, por não serem tão confortáveis para as crianças quanto os carrinhos maiores e com mais posições (especialmente quando a criança tira um longo cochilo nele). Outro ponto importante para ficar de olho é se a parte de cima fecha o suficiente para proteger seu filho do sol.

Se o carrinho se reclinar totalmente, pode ser usado até por recém-nascidos. Do contrário, espere até o bebê ter de 4 a 6 meses para colocá-lo nesse tipo de carrinho.

Não deixe de checar no manual de instruções do fabricante o limite de peso e se é realmente um produto feito para crianças menores ou se é destinado só para as maiorzinhas.

Guia de Compras: Carrinho de Bebê

Hoje em dia é muito dificil comprar um carrinho de bebê pois, há tantos tipos, marcas e modelos no mercado. Um bom começo é considerar a faixa etária do bebê e por quanto tempo você espera usá-lo, além do preço, claro.

Um recém-nascido, precisa de um carrinho que recline bem (quase chegando a uma posição de deitar completamente) até cerca de 6 meses, quando ele já poderá ficar em uma posição mais sentada. Muitas famílias investem em um carrinho mais robusto para que dure justamente dessa fase de bebezinho até que a criança fique maior, com 2 ou 3 anos.

Outra opção é ter um carrinho para uso nos primeiros meses e depois outro, mais leve e portátil, para quando a criança já puder sentar para passear na rua.

Caso vá comprar um carrinho no exterior, não deixe de levar em conta se é um tipo que se adequará às suas necessidades e limitações (principalmente de espaço), já que a troca sempre será mais complicada.