MAMÃE ADOTIVA x AMAMENTAÇÃO

Por enfermeira Mariana Rios

A mulher que deseja amamentar seu recém nascido adotado pode fazê-lo mesmo sem o estimulo prévio da gestação. A chave para o desenvolvimento da produção de leite é seu desejo para colocar o bebe no seio e boa vontade deste sugar. No caso da mulher ter amamentado antes, pode-se observar a presença de leite nos primeiros 7 dias; se é sua primeira experiência, ele aparece geralmente na segunda semana. Nas mamães adotivas a produção de leite segue aumentando ate o sexto mês. Para que isto aconteça, recomendo um suplementador como o Mamatutti, SNS, ou uma seringa de 60 ml e uma sonda uretral 04 com leite artificial. Com esta suplementação o bebe consegue alimentar-se e ainda estimular o peito da mamãe. Como o essencial nestes casos é o estimulo freqüente da mama, recomendo ainda uma ordenha com bomba elétrica, se possível, por 10 minutos cada mama de três em 3 horas pelo menos. Se você ainda tem duvidas, procure um profissional da área ou entre em contato comigo!

SNS da Marca Medela

MamaTutti

Sonda Uretral 04

Seringa 60 ml

Anúncios

Amigo do Peito

Eu sou amiga do peito, apoio e incentivo, e você?

Amamentação em todos os momentos. Mais saúde, carinho e proteção.

Chá para Mamães

Quem nos acompanha através do Facebook e Twitter já sabe do Chá para Gestantes que o Blog está organizando.

Será o primeiro evento do Blog e teremos o maior prazer em receber as gestantes de Belo Horizonte.

No Chá para Gestantes, contaremos com a presença de uma Enfermeira especialista em Cuidados com o Recém Nascido e Amamentação e também com a Nutricionista Raquel Righi que darão várias dicas e sugestões para as Mommys presentes.

Contaremos também com o apoio de várias empresas que gentilmente estão cedendo ótimos produtos para sorteios.

Todas as participantes vão levar para casa um exemplar da Linda Revista KIDS In

Para participarem, basta levar uma lata de leite para que possamos doar.

Estamos organizando tudo com o maior carinho para todas vocês.

Infelizmente, as vagas são limitadas a 30.

As interessadas em participar deverão preencher o formulário abaixo que entraremos em contato.

Amamentação X Intolerância lactose no Recém-Nascido

Por Enfermeira Mariana Rios

A habilidade da criança amamentada ao seio de utilizar a lactose é dependente da presença da enzima lactase. Bebes amamentados exclusivamente ao seio podem apresentar um quadro de intolerância a lactose com fezes liquida, baixo ganho de peso e irritação. Esses são frequentemente bebes de mães com hiperprodução láctea e que geralmente oferecem os dois seios em cada mamada. Consomem um leite com alto teor de lactose e baixo teor de gordura.

Sinais e sintomas:

Vômitos freqüentes

Cólicas

Diarréia

Como resolver?

Resolve-se amamentando o bebe em um só seio ou ordenhando um pouco o seio antes de amamentar para reduzir o volume de leite anterior ingerido.  Na maioria dos casos o pediatra pede para a mamãe suspender a lactose de sua dieta. (Leite de vaca, queijos, manteiga, requeijão e demais derivados de leite; Preparações à base de leite; Bolachas, biscoitos que possuem leite em sua composição).

Procure o pediatra de confiança!

Evitando fissuras mamilares no começo da amamentação

Por Enfermeira Mariana Rios

 



Quem não conhece ou ouviu falar alguém que teve problemas no começo da amamentação como fissuras? Realmente elas são as grandes vilãs das mamães. Por isso segue algumas dicas para que isto não aconteça com você:

  • Tomar sol na gravidez e principalmente depois que o bebe nascer por 10 minutos diários;
  • Usar durante a gravidez pomada a base de lanolina pura ( LANSINOH);
  • Quando o bebe nascer, não deixá-lo todo tempo no peito;
  • Usar a concha para que os mamilos fiquem bem arejados.

 

Posições ideais para amamentar o bebe

Por Enfermeira Mariana Rios

Posições ideais para amamentar o bebe

Mamada Cavalinho ou bebe a cavaleiro:

A mamada cavalinho pode ser usada em qualquer fase da amamentação. É ideal para bebes com casos graves de refluxo, bebes que ao sugar, mamam ar e por isso sofrem com as cólicas, para as mamães que tem a mama volumosa e para os bebes com lábio leporino ou fenda palatina.

©      Mamãe sentada e recostada;

©      Bebe com as pernas abertas como cavaleiro na coxa da mamãe (pode colocar um travesseiro debaixo do bebe para que ele fique um pouco mais alto);

©       Com uma mão, a mamãe segura a mama em “C” e com a outra segura o bebe (atenção ao pescocinho do bebe).

Mamada invertida:

Posição ideal para bebes muito pequenininhos, para esvaziar a mama no quadrante lateral externo em caso de dor, para as mamães com mamas grandes e amamentando gêmeos.

©      Mamãe sentada;

©      Bebe fica entre o braço e a lateral do corpo da mamãe (debaixo do braço);

©      A mão da mamãe apóia o pescoço e a cabecinha do bebe.

Mamada Clássica:

©      Mamãe sentada com as costas bem apoiadas no encosto da cadeira, confortável e relaxada

©    O corpo do bebê devera estar todo voltado para a mãe barriguinha com barriguinha;

©    A boca do bebê deve estar sempre no mesmo plano do mamilo da mãe;

©    A mãe deve segurar a mama formando um C grande antes de introduzir o mamilo na boquinha do bebê;

©    Trazer o bebê ate a mama e não se debruçar sobre ele;

©    O bebê deve abocanhar, além do mamilo, parte da aréola;

©    A boquinha do bebê deve estar de “peixinho” (parte superior para cima e inferior para baixo).

OBS: NÃO indico a posição em que a mamãe amamenta deitada, pois e uma das maiores causas de otite do primeiro ano de vida do bebe alem de aumentar consideravelmente o risco do bebe regurgitar.

1ª Caminhada BEMVINDO de Incentivo e Apoio ao Aleitamento Materno

Nós do Blog apoiamos esta causa:

Para as mommys de São Paulo e seus bebês é uma otima opção de lazer!!

Vamos participar?

Maiores informações http://www.bemvindo.org.br

Aleitamento Materno!!!

Todas nós com certeza já escutamos o quanto o aleitamento materno é importante para o bebe e para a mamãe.

A amamentação é um processo fisiológico, natural, mas que  precisa ser aprendido.

Não é simplesmente colocar o bebe no peito da mãe. Falo isso por já ter tido o prazer de amamentar meus dois filhos.

Quando engravidei as duas coisas que eu mais queria que acontecesse eram ter Parto Normal e Amamentar. Fiz tudo o que me foi recomendado, procurei orientação dos melhores profissionais para ajudar nos dois processos.
Mas o início da amamentação não foi fácil. Na maternidade senti que as enfermeiras não tinham paciência nem interesse em ajudar. Falaram-me para colocar meu filho junto ao seio que ele iria sugar. Realmente ele estava sugando, mas de maneira errada machucando meu mamilo e me fazendo sentir dor.

Quando fui para casa imediatamente liguei para a meu “anjo da guarda” Nazaré que é, graduada em Enfermagem e Obstetrícia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e especializada em aleitamento materno e bebês de 0 a 1 ano. Ela tem um serviço super interessante que é o Disque Bebe para orientar mães no domicílio e a distância exclusivamente por telefone e o mais importante: tem interesse e disponibilidade em ajudar!!!
Na mesma hora se dispôs a ir a meu encontro me socorrer, pois meu mamilo já estava ferido e a amamentação não estava sendo nada prazerosa. Orientou-me e me ajudou e ainda ajuda e muito.

Como já disse não é fácil, é necessária muita dedicação, paciência e força de vontade da mamãe. Principalmente nos primeiros dias em que estamos cansadas e com dores do parto. Mas o mais prazeroso disso é com certeza o retorno. Hoje, Marcelo está com dois anos e até o presente momento nunca, NUNCA MESMO tomou nenhum tipo de remédio que não fosse para baixar febre decorrente de reação à vacinação!!
Hoje vejo que as noites mal dormidas, acordar de madrugada, horário para voltar para casa, sair menos com os amigos, ter sempre minha bomba tira leite à mão… tudo para amamentar meu filho VALEU A PENA!!!
Além de ajudar na saúde do bebe também ajuda e muito na recuperação da mamãe!!!

AMAMENTAR NÃO É FÁCIL, MAS PODE SER MARAVILHOSO!!!