Lovely!!!

 

Have a nice weekend!!!

Para refletir

Este vídeo é referente a uma propaganda que reflete o que chamo de “a pedagogia do exemplo”. As crianças são o reflexo dos adultos. O que eles veem, copiam, fazem igual. Como pais ou educadores temos o papel social de ser e dar bons exemplos aos jovens.

Devemos procurar educar nossos filhos para que se tornem pessoas muito melhores do que somos.

Para refletir

Este vídeo é referente a uma propaganda que reflete o que chamo de “a pedagogia do exemplo”. As crianças são o reflexo dos adultos. O que eles veem, copiam, fazem igual. Como pais ou educadores temos o papel social de ser e dar bons exemplos aos jovens.

Devemos procurar educar nossos filhos para que se tornem pessoas muito melhores do que somos.

Esportiva

Zach estreou arrebentando no torneio de futebol para crianças de sua idade no seu colégio (EUA). Ele, fez três gols e comemorou. O problema é que, no terceiro gol, uma criança do time adversário se irritou com a habilidade  de  Zach e tentou atingi-lo com um chute. Sem sucesso, o menino caiu.

A atitude serve de alerta para todos os pais. Afinal, derrota faz parte do jogo…

Lidar com perdas e ganhos é essencial para o crescimento das crianças. Aprender a perder não é diferente de saber dividir coisas com o irmão, deixar a mamadeira, aprender a aceitar a atenção que a mãe dá para os outros.

Enfrentar a frustração é uma oportunidade de encontrar outros recursos e possibilidades de satisfação. Sem limites, a criança não aprende a tolerar a frustração.Além disso, a família não pode encarar a derrota como algo negativo.

Querer vencer é algo positivo, funciona como desafio para melhorar sempre, seja nos esportes ou na vida escolar. Mas competição saudável é aquela em que o resultado não é encarado como uma obrigação.

Em competições, a criança e o adolescente devem demonstrar interesse e ter espírito competitivo. Inseri-los em um grupo que compete em esportes, por exemplo, pode ser a oportunidade para ampliar amizades e propiciar o contato com pessoas de todas as classes, além de ser um exercício que ensina a ganhar e perder.

Devemos ensinar nossoa filhos a ter dignididade que existe no perder. A sabedoria que mora no não saber. A felicidade que é dividir. A delícia que é somar.

Esportiva

Zach estreou arrebentando no torneio de futebol para crianças de sua idade no seu colégio (EUA). Ele, fez três gols e comemorou. O problema é que, no terceiro gol, uma criança do time adversário se irritou com a habilidade  de  Zach e tentou atingi-lo com um chute. Sem sucesso, o menino caiu.

A atitude serve de alerta para todos os pais. Afinal, derrota faz parte do jogo…

Lidar com perdas e ganhos é essencial para o crescimento das crianças. Aprender a perder não é diferente de saber dividir coisas com o irmão, deixar a mamadeira, aprender a aceitar a atenção que a mãe dá para os outros.

Enfrentar a frustração é uma oportunidade de encontrar outros recursos e possibilidades de satisfação. Sem limites, a criança não aprende a tolerar a frustração.Além disso, a família não pode encarar a derrota como algo negativo.

Querer vencer é algo positivo, funciona como desafio para melhorar sempre, seja nos esportes ou na vida escolar. Mas competição saudável é aquela em que o resultado não é encarado como uma obrigação.

Em competições, a criança e o adolescente devem demonstrar interesse e ter espírito competitivo. Inseri-los em um grupo que compete em esportes, por exemplo, pode ser a oportunidade para ampliar amizades e propiciar o contato com pessoas de todas as classes, além de ser um exercício que ensina a ganhar e perder.

Devemos ensinar nossoa filhos a ter dignididade que existe no perder. A sabedoria que mora no não saber. A felicidade que é dividir. A delícia que é somar.

>Esportiva

>Zach estreou arrebentando no torneio de futebol para crianças de sua idade no seu colégio (EUA). Ele, fez três gols e comemorou. O problema é que, no terceiro gol, uma criança do time adversário se irritou com a habilidade  de  Zach e tentou atingi-lo com um chute. Sem sucesso, o menino caiu.

A atitude serve de alerta para todos os pais. Afinal, derrota faz parte do jogo…

Lidar com perdas e ganhos é essencial para o crescimento das crianças. Aprender a perder não é diferente de saber dividir coisas com o irmão, deixar a mamadeira, aprender a aceitar a atenção que a mãe dá para os outros.

Enfrentar a frustração é uma oportunidade de encontrar outros recursos e possibilidades de satisfação. Sem limites, a criança não aprende a tolerar a frustração.Além disso, a família não pode encarar a derrota como algo negativo.

Querer vencer é algo positivo, funciona como desafio para melhorar sempre, seja nos esportes ou na vida escolar. Mas competição saudável é aquela em que o resultado não é encarado como uma obrigação.

Em competições, a criança e o adolescente devem demonstrar interesse e ter espírito competitivo. Inseri-los em um grupo que compete em esportes, por exemplo, pode ser a oportunidade para ampliar amizades e propiciar o contato com pessoas de todas as classes, além de ser um exercício que ensina a ganhar e perder.

Devemos ensinar nossoa filhos a ter dignididade que existe no perder. A sabedoria que mora no não saber. A felicidade que é dividir. A delícia que é somar.

Localizador de Crianças

Mommy I am Here!!! Mamãe estou aqui!!!

Olha que legal este localizador de crianças.

É só amarrar o ursinho no sapato, ou cinto dos pequenos enquanto a mamãe fica com o pequeno controle remoto. Resistente a água e batidas, emite um alerta de distância, ou seja, se o filhote começa a ficar muito distante, o controle apita.

Não é uma paz para qualquer pai saber que eles estão por perto?

Assistam ao Video para verem como funciona.

Cestinhas de Chocolate

Que tal fazermos cestinhas de chocolate e rechea-las com salada de frutas, sorvete, mousse, morangos….. para agradar aos pequenos??

Tenho certeza que eles irão adorar e nós mommys também!!

Derreta o Chocolate conforme instruções da embalagem. Encha os balões até que eles atinjam cerca de 10cm de diâmetro e amarre bem a boca para não vazar o ar. Limpe os balões com papel toalha embebido em álcool. Mergulhe os balões até a metade no Chocolate derretido e coloque-os em um prato forrado com papel de alumínio ou papel-manteiga e leve à geladeira até endurecer. Retire da geladeira e repita a operação. Quando estiver seco, corte as sobras de Chocolate que se depositaram na base dos balões e faça a terceira e última camada. Leve à geladeira novamente para endurecer e quando o Chocolate estiver completamente seco decore a parte externa das cestas com o restante do Chocolate derretido, utilizando um saco de confeitar ou uma colher, formando um rendado. Para retirar os balões, fure-os na parte superior com um alfinete para que murchem ou estourem.


>Cestinhas de Chocolate

>Que tal fazermos cestinhas de chocolate e rechea-las com salada de frutas, sorvete, mousse, morangos….. para agradar aos pequenos??

Tenho certeza que eles irão adorar e nós mommys também!!

Derreta o Chocolate conforme instruções da embalagem. Encha os balões até que eles atinjam cerca de 10cm de diâmetro e amarre bem a boca para não vazar o ar. Limpe os balões com papel toalha embebido em álcool. Mergulhe os balões até a metade no Chocolate derretido e coloque-os em um prato forrado com papel de alumínio ou papel-manteiga e leve à geladeira até endurecer. Retire da geladeira e repita a operação. Quando estiver seco, corte as sobras de Chocolate que se depositaram na base dos balões e faça a terceira e última camada. Leve à geladeira novamente para endurecer e quando o Chocolate estiver completamente seco decore a parte externa das cestas com o restante do Chocolate derretido, utilizando um saco de confeitar ou uma colher, formando um rendado. Para retirar os balões, fure-os na parte superior com um alfinete para que murchem ou estourem.


Cestinhas de Chocolate

Que tal fazermos cestinhas de chocolate e rechea-las com salada de frutas, sorvete, mousse, morangos….. para agradar aos pequenos??

Tenho certeza que eles irão adorar e nós mommys também!!

Derreta o Chocolate conforme instruções da embalagem. Encha os balões até que eles atinjam cerca de 10cm de diâmetro e amarre bem a boca para não vazar o ar. Limpe os balões com papel toalha embebido em álcool. Mergulhe os balões até a metade no Chocolate derretido e coloque-os em um prato forrado com papel de alumínio ou papel-manteiga e leve à geladeira até endurecer. Retire da geladeira e repita a operação. Quando estiver seco, corte as sobras de Chocolate que se depositaram na base dos balões e faça a terceira e última camada. Leve à geladeira novamente para endurecer e quando o Chocolate estiver completamente seco decore a parte externa das cestas com o restante do Chocolate derretido, utilizando um saco de confeitar ou uma colher, formando um rendado. Para retirar os balões, fure-os na parte superior com um alfinete para que murchem ou estourem.