Casa Arrumada

Hoje pela manhã estava conversando com a Maria José, mãe de um coleguinha do meu filho, sobre os ambientes em nossas casas e da bagunça que as crianças fazem e ela me disse algo que resume tudo: “Antes do Felipe nascer a minha casa era como a Casa Cor hoje, é a Casa Colorida: mais animada, feliz, divertida, com brinquedos fora do lugar …. casa com criança.”

Quem tem filho sabe bem do que estamos falando.  A minha casa também é assim. Pensando em nossa conversa, me lembrei de um poema de Lena Gino que retrata bem a minha casa.

Casa Arrumada

Lena Gino

Casa arrumada é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas…
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo: Aqui tem vida…
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,
passaporte e vela de aniversário, tudo junto…
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos…
Netos, pros vizinhos…
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia. Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.

Arrume a sua casa todos os dias…
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela…
E reconhecer nela o seu lugar.

E a sua casa, como é?

Anúncios

Comments

  1. Maria José Tavares de Assis says:

    Letícia,
    não sabia que o nosso papo hoje na porta da escola ia render até poesia… me emocionei! Não só porque amo Drummond, mas porque você conseguiu colocar aqui exatamente o que sentimos, o que pensamos… Não que nós não gostemos de coisas bonitas e no lugar, mas, como diz um sábio médico por aí, “tudo tem seu tempo”. E eu acho que o nosso tempo hoje é o de viver intensamente a infância dos nossos filhos e, para o Felipe, eu quero uma casa como a que meus pais me proporcionaram: cheiiiiiiiiiiiiiiinha de vida!! Tenho certeza de que é o que você também quer para os seus pequenos, então vamos deixar os móveis arrumados e o “silêncio” (ai, ai…) para um futuro graças a Deus não tão próximo!! 😉
    Beijos e parabéns pelo texto,
    Maria José.

  2. Glauciane says:

    Meninas, amei participar de forma indireta da conversa de vcs que estão cobertas de razão! 🙂
    Leticia, o post ficou lindo e as fotinhos super divertidas!
    Obrigada por trazer todo esse carinho que nos faz sentir melhor nesta fase tão gostosa mas mtas vezes tão difícil de nossas vidas!
    Bjo no coração!

  3. Amigos, escrevo para comunicar que o texto CASA ARRUMADA, publicado nesse blog é de minha autoria. Peço a gentileza de corrigirem o crédito. Qualquer dúvida, acessem o meu blog: Lena Gino mundoparalelo. Obrigada e um abraço.
    Lena Gino

    • Maria José Tavares de Assis says:

      Lena Gino, seu texto é lindo, parabéns e super verdadeiro!! Me emocionei com ele de verdade!! Depois vou acessar seu blog para ler mais coisas!! Beijos, Maria José.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: